sábado, agosto 19, 2017
INICIO > CADERNO 1 > BRASIL > Delegada que investigou o ex-jogador Adriano é Filmada sentada no colo dele; Veja o vídeo

Delegada que investigou o ex-jogador Adriano é Filmada sentada no colo dele; Veja o vídeo

Um vídeo que circula na internet mostra a delegada Adriana Belem, sentada no colo do ex jogador no maior clima de romance.

Vale salientar que foi a delegada quem investigou o ex-jogador Adriano quando ele comprou duas motos Hornet 600 zero km, para dar de presente ao chefe do tráfico do Complexo do Alemão.  Nesta mesma delegada arquivou o caso de Adriano.

RELEMBRE O CASO:

No ano de 2008, segundo a reportagem, o atacante teria adquirido uma moto no valor de R$ 35 mil, que foi registrada no nome de Marlene Pereira de Souza, que é mãe de Paulo Rogério de Souza Paz, o “Mica”, acusado como chefe do tráfico de cinco morros da cidade, sendo um deles, o Sereno, onde Adriano passou sua infância.

A compra foi feita por Marcos, um ex-amigo de Adriano, que teria usado um cartão de crédito no nome de Adriano Leite Ribeiro. Ainda, o atacante do Flamengo emplacou, além da Hornet 600 de cor vermelha, outra na cor preta, no valor de R$ 37 mil, que ficou no nome do jogador, que na época defendia o São Paulo.

Também causou problemas
A moto vermelha também já causou problemas para Adriano. Em 2009, o atleta registrou a perda do veículo na Delegacia de Roubos e Furtos. Na época, segundo a denúncia, Adriano teria emprestado a moto placa KXB-1788 para seu colega Marcos, o mesmo que comprou a moto.

Quando fez o registro, já constava como roubado, situação que se encontra até o momento. Marcos, seu ex-amigo, disse que “não iria devolver a citada moto”.

Série de reportagens do jornal O Dia, do Rio, descobre que uma moto Hornet 600 comprada por Adriano está registrada em nome de Marlene Pereira de Souza, mãe de Mica, chefe do tráfico da Vila Cruzeiro. Ela tem 64 anos, se diz analfabeta e não tem carteira de habilitação. Adriano, criado na Vila Cruzeiro, se cala sobre o caso, mas é convocado pela polícia para dar explicações.

 

 

Fonte:  Força Militar

https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=1285695508225192&id=927579377370142