terça-feira, novembro 21, 2017
INICIO > CADERNO 1 > Vídeos mostram desespero durante terremoto no Irã e Iraque

Vídeos mostram desespero durante terremoto no Irã e Iraque



Até agora já foram registradas 348 mortes e mais de 5.000 feridos.

Um terremoto de 7,3 graus na escala Richter atingiu a região da fronteira entre o Irã e o Iraque na noite de domingo. Segundo a imprensa local, até agora já foram registradas 348 mortes e mais de 5.000 feridos.

A cidade mais atingida foi a de Sarpol-e Zahab, no Irã, localizada a aproximadamente 16 quilômetros da fronteira com o Iraque. As operações de busca correm contra o tempo para tentar salvar possíveis sobreviventes.

Vídeos e fotos compartilhados nas redes sociais mostram o momento do tremor. Em uma das filmagens, crianças celebram seu aniversário quando são surpreendidas pelo terremoto.

Outros vídeos mostram o efeito do tremor em uma loja e em um restaurante em cidades no Curdistão iraquiano.

O terremoto também pode ser sentido durante uma transmissão televisiva ao vivo. O jornalista da rede de notícias iraquiana Rudaw fica claramente perturbado quando sente o tremor durante sua entrada em um telejornal.

Outro vídeo mostra o desespero dos cidadãos e das equipes de busca para resgatar sobreviventes que ficaram presos sob os escombros deixados pelas construções que desabaram.

Vários prédios desmoronaram e milhares de pessoas passaram a noite nas ruas com medo das réplicas, contadas às dezenas. Os danos são, por enquanto, difíceis de quantificar porque as comunicações foram cortadas e algumas estradas permanecem bloqueadas impedindo o acesso a áreas danificadas.

O epicentro do terremoto aconteceu às 21h18 (horário local, 16h18 em Brasília) perto da cidade iraquiana de Halabya, na região do Curdistão, na fronteira com o Irã, a uma profundidade de 33 quilômetros. O tremor também foi sentido na Turquia.