Após novo embate entre Bolsonaro e Maia, dólar abre em alta e chega a R$4,00

O dólar opera em forte alta nesta quinta-feira (28), chegando a alcançar R$ 4 no início da sessão. Os investidores continuam de olho nas tensões políticas entre Executivo e Legislativo, e nas negociações para a reforma da Previdência.

Às 9h45, a moeda norte-americana subia mais de 0,25%, vendida a R$ 3,9648. Logo na abertura da sessão, chegou a R$ 4,0156, cotação máxima do dia até o momento.

O dólar fechou em forte alta na quarta-feira (27), subindo 2,27%, a R$ 3,9548. Foi o maior patamar de fechamento desde 1º de outubro, quando encerrou a sessão cotado a R$ 4,0174.

Na véspera, o mercado monitorou a participação do ministro da Economia, Paulo Guedes, em audiência da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado. Guedes afirmou que a “bola” da reforma da Previdência “está com o Congresso”.

O Banco Central anunciou que realizará nesta quinta-feira leilão de até US$ 1 bilhão em operação de venda de moeda com compromisso de recompra, buscando colocar dinheiro novo no mercado e amenizar a pressão no dólar.

Também fará leilão de até 14,43 mil swaps cambiais tradicionais, correspondentes à venda futura de dólares, para rolagem do vencimento de abril, no total de US$ 12,321 bilhões.

Comente com Facebook