Brasileira é assassinada em Londres enquanto buscava os filhos na escola

Aliny Mendes foi esfaqueada em plena luz do dia em uma estrada suburbana por um homem que saltou de um 4×4 preto e a atacou.

Aliny, de 39 anos, nascida no Brasil, foi descrita como “cheia de vida” por membros de sua comunidade eclesiástica, que disse que amava levantar dinheiro para as pessoas através da igreja em Surrey.

A polícia de Surrey disse que os policiais responderam aos relatos de um ataque a uma mulher em London Road, perto de Cheam, na tarde de sexta-feira.

A vítima foi esfaqueada a poucos metros da Escola Primária de Meadow e da London Road enquanto ia buscar seu filhos. A rua adjacente Sparrow Farm Road foi isolada enquanto a polícia investigava.

Médicos lutaram para salvar Aliny depois que ela foi atacada, mas ela foi declarada morta no local.

A polícia disse em comunicado: “Um homem foi preso por suspeita de assassinato enquanto um segundo homem foi preso por suspeita de ajudar o criminoso. Essas prisões não aconteceram no local”.

Testemunhas disseram que a ambulância aérea pousou na rua perto da escola. Um conselheiro local, Drew Heffernan, twittou que a mulher havia sido atacada com uma faca.

A área onde ocorreu o ataque é uma localidade na fronteira sudoeste de Londres e Surrey.

Segundo informações, o principal suspeito do homicídio de Aliny é Ricardo Godinho, de 41 anos, também brasileiro e ex-companheiro da vítima.

Ricardo foi um dos presos pela polícia e nesta segunda-feira será ouvido.

Comente com Facebook