Em comemoração aos 110 anos, mais de mil alunos participam de jogos da Rede Federal

© Alex Harlen

Competição ocorre até sábado, 12 de outubro, em Guarapari, no Espírito Santo.

Estudantes da educação profissional e tecnológica de todo o país abraçam o esporte nesta semana com a 10ª edição dos Jogos dos Institutos Federais (JIF). Mais de mil alunos devem participar da etapa nacional da competição que ocorre até sábado, 12 de outubro, em Guarapari, no Espírito Santo.

O secretário de Educação Profissional e Tecnológica (Setec) do Ministério da Educação (MEC), Ariosto Antunes, destaca que a edição deste ano vai ser a maior da história para comemorar os 110 anos da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica.

O evento tem três etapas: uma dentro de cada instituto, uma regional e a nacional. Na edição especial deste ano, em razão do aniversário da Rede, não houve etapa regional para que mais alunos pudessem estar presentes no evento.

“Esse tipo de atividade, quando bem conduzida, acaba por desenvolver aspectos fundamentais para a formação integral do cidadão, tais como a liderança, o desejo de superação e o espírito de equipe”, afirmou Antunes.

A Rede Federal é formada por 38 institutos de educação, ciência e tecnologia. São ofertados 11.766 cursos, desde o nível básico até a pós-graduação, para quase um milhão de alunos.

Professor de educação física do Instituto Federal da Paraíba e atual presidente da comissão organizadora dos Jogos, Silvio Romero acompanhou de perto todas as dez edições dos jogos já realizadas. “É o maior evento da Rede, sem dúvida alguma. Ele mobiliza todos os institutos e percebemos, ano após ano, o quão ele é importante para nossos alunos”, afirmou.

A organização dos jogos é um empenho conjunto das instituições que integram a Rede Federal, da Setec e da Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania. “Não há dúvida que os ministérios da Educação e da Cidadania acreditam na importância do esporte para a juventude e, por esse motivo, continuarão a apoiar iniciativas que aproximem a juventude brasileira dos bons valores gerados a partir do esporte”, ressalta Ariosto.

Comente com Facebook