Energético é proibido na Zâmbia por causar mais de 6h de ereção

Uma bebida energética foi proibida na Zâmbia devido a um efeito inesperado. Alguns consumidores apresentaram ereções prolongadas por conta do produto.

Segundo a revista Super Interessante, a decisão aconteceu após um caso registrado em Uganda, em dezembro de 2018. Um homem consumiu o Power Natural High Energy Drink SX, que é produzido no país, e relatou suor constante e uma ereção de mais de seis horas.

Após análise da bebida, as autoridades encontraram vestígios de citrato de sildenafila, composto utilizado para tratamento de disfunção erétil.

O energético é produzido pela empresa Revin Zambia e exportado para outros países africanos. No Malawi, o produto já havia sido proibido em janeiro.

Comente com Facebook