Flávio Bolsonaro não comparece ao MP para prestar depoimento sobre caso de ex-assessor

O senador eleito Flávio Bolsonaro não compareceu ao o Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) nesta quinta-feira (10) para dar explicações sobre movimentações financeiras suspeitas de seu ex-assessor, Fabrício Queiroz. Em nota, o parlamentar disse que vai prestar esclarecimentos sobre o caso.

“Como não sou investigado, ainda não tive acesso aos autos, já que fui notificado do convite do MP/RJ apenas no dia 7/Jan, às 12:19. No intuito de melhor ajudar a esclarecer os fatos, pedi agora uma cópia do mesmo para que eu tome ciência de seu inteiro teor. Ato contínuo, comprometo-me a agendar dia e horário para apresentar os esclarecimentos, devidamente fundamentados, ao MP/RJ para que não restem dúvidas sobre minha conduta”, relatou Bolsonaro no texto.

O Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) apontou em documento que Queiroz movimentou R$ 1,2 milhão em transações financeiras suspeitas. Nesta terça (8), familiares do ex-assessor de Bolsonaro também não foram ao Ministério Público para prestar depoimento.

Comente com Facebook