Sexta-feira, Julho 20, 2018
Home > CADERNO 1 > BAHIA > Itabuna: Mãe e bebê morrem após parto; pai acusa negligência médica

Itabuna: Mãe e bebê morrem após parto; pai acusa negligência médica


Compartilhe

Uma mulher, de 31 anos, e o bebê que ela esperava morreram após um parto em uma maternidade de Itabuna, sul baiano. Familiares acusam negligência médica.

Eles contam que o bebê, do sexo feminino, deveria ter nascido um mês antes. O parto de Rosineide Costa – que morava em Itapé, na mesma região – ocorreu na maternidade Esther Gomes, na última quarta-feira (11).

O marido de Rosineide Costa, o motorista Laércio dos Santos, declarou que a mulher sentia dores desde o início de março e que foi pelo menos seis vezes até a maternidade. No entanto, os profissionais teriam dito que não era a hora do parto.

Ainda segundo o motorista, a mulher fez uma consulta em uma clínica particular da cidade, onde foi constatado que o feto estava com 4,3 kg e que a placenta apresentava grau 3 de maturidade, o máximo na escala. Laércio ainda disse que o médico que fez o exame na clínica alertou que o parto não poderia passar do dia 7 de março.

De volta à maternidade, o parto não foi realizado mais uma vez. O procedimento só ocorreu às 10h da quarta-feira, mas o bebê não sobreviveu. Transferida para o Hospital de Base, em Itabuna, Rosineide não resistiu à hemorragia e veio a óbito às 16h do mesmo dia.