Preto do MST é reeleito presidente do PT de Porto Seguro

O Partido dos Trabalhadores (PT) terá EdCarlos da Silva, conhecido como Preto, como  presidente do Diretório Municipal. O Processo de Eleição Direta (PED) do PT foi realizado neste domingo (8), na Câmara Municipal de Porto Seguro, e a apuração encerrada no começo da noite.

Preto foi reeleito presidente com 116 votos, 36 a mais do que o outro candidato, Caetano, que obteve 80 votos.

Já na eleição para a composição do Diretório Municipal, cuja votação é distinta em relação à de presidente, a chapa municipal ‘Liberdade para Lula’, liderada por Everaldo Araújo teve 115 votos, e a chapa “PT para todos’, liderada por Élio Brasil, obteve 81 votos.

Ao final da apuração, Preto comemorou o resultado e falou em trabalhar para que o PT dispute as eleições municipais do ano que vem com candidato próprio.

Em entrevista ao Namidia News, o Militante  Everaldo Araújo falou sobre o que os filiados do partido podem esperar dessa gestão:

“Muito trabalho, unidade e fortalecimento das bases, com a união de todos os movimentos sociais e sindicais e toda militância”, contou.

Perguntado sobre o que população e militância da cidade podem esperar do partido que ficou na mão de pessoas ligadas ao MST, Everaldo foi enfático:

“O partido não ficou na mão do MST, pois o partido tem vida própria. O representante e atual Presidente do partido é também da direção do MST, que também é ligado ao PT e juntos fortalecemos o Partido. A nossa intenção é ter candidatura própria e o nosso principal nome é nosso Deputado Federal Valmir Assunção.

Em meio a tudo isso, as pessoas tem especulado sobre uma possibilidade do PT apoiar outra candidatura, e o Namidia News perguntou como o partido vê essas especulações. Everaldo deixou claro a sua opinião:

“As especulações de todos os pré candidatos a prefeito de Porto Seguro é que o PT faça parte como aliado, a nossa intenção é ser protagonista dessa história. Estamos buscando por uma candidatura própria, nossa pretensão é que o Deputado Federal Valmir Assunção aceite a empreitada, mas se não houver candidatura própria, iremos lá na frente vê o melhor caminho a seguir”, finalizou.

 

Comente com Facebook