Secretário municipal e empresários estão entre presos em ação contra fraudes em Ilhéus

O atual secretário municipal de Agricultura de Ilhéus, Valmir Freitas, que é ex-vereador, e dois empresários que prestavam serviços terceirizados de organização das licitações e de contabilidade à Câmara Municipal de Ilhéus estão entre os sete presos da Operação Xavier, que desarticulou uma organização criminosa que atuava na Câmara de Vereadores de Ilhéus, no Sul da Bahia. Quatro pessoas estão foragidas.

De acordo com as investigações realizadas pelo Ministério Público estadual, por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas e Investigações Criminais (Gaeco) e da 8ª Promotoria de Justiça de Ilhéus, em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), as empresas fraudavam licitações que geravam contratações de outras empresas pré-selecionadas.

Os contratos também eram superfaturados e uma parte era utilizada como propina a vereadores que possuíam cargos na presidência do parlamento.

Estão foragidos dois vereadores, ambos ex-presidentes da Câmara Municipal de Ilhéus, e dois servidores da Casa Legislativa. 

A Operação também cumpriu dez mandados de busca e apreensão. Foram apreendidos documentos e aparelhos eletrônicos. Conforme as investigações, o esquema fraudulento foi operado entre os anos de 2001 e 2018, praticando crimes contra a administração pública, fraudes em licitações e contratos e lavagem de dinheiro.

Fonte: Correio 24 Horas

Comente com Facebook